Caso 04

Este caso exibe um grande grau de complexidade, uma vês que além de apresentar uma grande discrepância cefalométrica (necessidade da correção da posição vestíbulo-lingual dos incisivos), possui também uma grande falta de espaço, como pode ser observado nas fotos inicias. Utilizamos a Técnica da Forças Direcionais da Tweed-Merrifield Foundation for Orthodontic Research, que, ao nosso entendr, seria a melhor alternativa para um rígido controle de ancoragem a nível dos blocos posteriores. O tempo de tratamento foi de 3 anos e 2 meses. Havendo uma interrupção de 7 meses por probelmas pessoais do paciente. Cosideramos o resultado ótimo, pois apesar das adversidades a discrepância cefalométrica foi corrigida com sucesso, assim como o grande apinhamento que o paciente apresentava. Observe a correção do plano oclusal e as relações oclusais obtidas no final do tratamento.